sábado, 16 de fevereiro de 2013

Câmara Técnica de Cultura dá seus primeiros passos


Nesta sexta-feira (15) às dezenove horas realizou-se nas dependências do Sindicato dos Comerciários – SINDCOB, o primeiro encontro preparatório no sentido de criar a Câmara Técnica de Cultura do Colegiado do Território da Bacia do Rio Grande. A reunião contou com a participação de Iléia de Oliveira Almeida, Agente de Desenvolvimento representando a Secretaria de Planejamento da Bahia / SEPLAN, Mauricio Lélis Costa, gerente do escritório da Companhia de Ação Regional – CAR em Barreiras, dos fazedores de cultura na pessoa do artista plástico Agamenon Amorim, do Gestor Cultural Gelson Vieira, de Cleide Vieira atriz da Companhia Teatrando, de Maria Florismar Fernandes do Grupo Cultural Junino Sapecou Queimou, do presidente da União das Quadrilhas Juninas do Oeste da Bahia Saulo Martins Bezerra, os escritores foram representados por Antônio Galdino da Academia Barreirense de Letras – ABL e Luciano de Santos de Castro representou o Grupo Cultural Junino Triscou Queimou.

Os participantes dialogaram sobre a política de Desenvolvimento Territorial como instrumento democrático que estabelece novas bases para o planejamento e execução de políticas públicas na Bahia e que dão vigor a inclusão e a democracia participativa. Neste sentido, a existência do Colegiado Territorial de Desenvolvimento Sustentável é um espaço de participação social e de gestão dos interesses do desenvolvimento do Território da Bacia do Rio Grande.

O encontro teve prosseguimento com a leitura, comentários e emendas, do Regulamento da Câmara Técnica de Cultura. Na sequencia, foi eleita uma Comissão Provisória da Câmara Técnica de Cultura do Colegiado do Território da Bacia do Rio Grande com a seguinte composição: Agamenon Amorim (artista plástico), Gelson Vieira (gestor cultural), Cleide (Companhia Teatrando), Saulo Martins Bezerra (União das Quadrilhas Juninas do Oeste da Bahia), Antônio Galdino (Academia Barreirense de Letras – ABL) e Iléia de Oliveira Almeida, Agente de Desenvolvimento/ SEPLAN). A comissão eleita tem a responsabilidade de, no transcurso de quarenta e cinco dias, preparar a primeira plenária e eleição do corpo diretivo da Câmara Técnica de Cultura do Território da Bacia do Rio Grande.

Nenhum comentário:

Postar um comentário