segunda-feira, 28 de maio de 2012

Oficina Projeto Cultural em Barreiras



As oficinas de Projetos Culturais promovidas pela Secretaria de Cultura do Estado da Bahia por todo o Estado, inclusive no Território da Bacia do Rio Grande, tem prosseguimento. Em Barreiras o encontro deu-se no Centro Cultural Rivelino Carvalho, nesta quinta-feira (24) e sexta - feira (25) e contou com a participação de 16 pessoas.



O município contemplado nesta segunda (28) e terça-feira (29) é  São Desidério. O evento ocorrerá no Centro Cultural Celso Barbosa a partir das oito horas da manhã.

Acesse o site da SECULT: http://www.cultura.ba.gov.br/apoio-a-projetos/selecoes-publicas-editais/ para você ter conhecimento dos editais.




Relação dos Editais

·         Seleção Pública

·         Edital nº 01 / 2012

·         Edital nº 02 / 2012

·         Edital nº 03 / 2012

·         Edital nº 04 / 2012

·         Edital nº 05 / 2012

·         Edital nº 06 / 2012

·         Edital nº 07 / 2012

·         Edital nº 08 / 2012

·         Edital nº 09 / 2012

·         Edital nº 10 / 2012

·         Edital nº 11 / 2012

·         Edital nº 12 / 2012

·         Edital nº 13 / 2012

·         Edital nº 14 / 2012

·         Edital nº 15 / 2012

·         Edital nº 16 / 2012

·         Edital nº 17 / 2012

domingo, 27 de maio de 2012

Tomando café com Clebert Luiz



Nesta manhã em que o horizonte encontra-se avermelhado, e enquanto preparava o café das primeiras horas de novo arrebol, subitamente surgiu à lembrança, matéria primeira da memória, um trecho de um dos trabalhos prosa/poesia de Careca, o Clebert Luiz de registro de nascimento lavrado por Nicanor Rego, o tabelião. O fragmento lírico fala de uma figura importante na vida futebolística de nossa cidade de Barreiras. 

É certo que, e isto já aconteceu com você, desculpe-me a certeza de tal afirmativa, ha coisas e fatos que passam pela nossa existência e se escondem ou permanece no porão da consciência e por isto passa despercebida e num relampejo de pensamento a coisa volta à tona... Olha, que maravilha de descoberta?! Verdadeiro tesouro que nenhum ourives possa avaliar e nem mesmo o dinheiro que circula no mundo do investimento ou da especulação possa transformar em posse para alguma pessoa. 

- Já ia me esquecendo de falar do verso...

Geraldo Pereira, treinador do Corinthians Futebol Clube, morante à Rua José Bonifácio para os tempos de agora. Pois, em tempos idos da Barreira de Badu era a Rua de Todos os Santos, inclusive de Geraldão, o homem – bola, que mantinha na mente a meta e nela a rede balançando... É gooooooooooooooooooooooooooooooooooool (melhor seria se fosse do time do coração em vermelho, verde e branco que originalmente eram preto e branco). 

Agora que os senhores e as senhoras empossados desta memória sobre o futebolista em questão, então posso dizer com jeito de repentista e lavrar o mote... Mas, antes quero dizer: que Geraldo Pereira se encontra em quatro linhas abaixo do nível do chão do Campo Santo de São João Batista há aproximadamente sete palmos e em outra dimensão, e somente as retinas da memória ressuscitam pessoas e suas particularidades.

Então, disse Careca...  “A FALTA QUE ELE ME FAZ NO ESTÁDIO GERALDÃO”...

A falta pela sua ausência ao passarmos pela Todos os Santos...
A falta quando vamos ao estádio e, ou, olhamos antigas fotografias que retratam a história do futebol de Barreiras e principalmente do Corinthians, time valente e campeão.
Que falta!...


domingo, 20 de maio de 2012

Editais Fundo de Cultura e Oficinas de Projetos


Divulgue e participe das oficinas de projetos culturais, referentes ao Fundo de Cultura do Estado da Bahia - FCBA, no Território da Bacia do Rio Grande.
CLIQUE NA FIGURA PARA AUMENTAR O SEU TAMANHO

A 10envolvimento Homenageia o Cerrado


Nesta quarta-feira dia 23 de maio, no espaço Nego D`agua, a partir das 19:30 horas estará ocorrendo uma homenagem em defesa do cerrado na Bacia do Rio Grande.  A homenagem recebe o carinhoso nome de “Pequi de Ouro”. O prêmio é uma iniciativa da Agência 10envolvimento, situada em Barreiras na Bahia, que tem como foco entre outros objetivos a relação sustentável do homem com a natureza. Será uma concorrência ao outro prêmio denominado “Soja de Ouro”? 

Acreditamos que este prêmio dedicado às pessoas e instituições é o reconhecimento pela forma respeitosa que realizam suas atividades diárias em consonância dom os princípios que  regem a sustentabilidade ambiental, social e cultural. O Pequi de Ouro sugere que a intervenção humana nos Gerais baiano necessita de outras práticas que possam assegurar a continuidade deste bioma.

É preciso estar atento para o Cerrado, pois nele não existe somente soja, algodão, café, tratores e colheitadeiras. Nos gerais habitam homens ribeirinhos, comunidades tradicionais e quilombolas, as plantas, as águas, as veredas, os bichos...

Os poetas de algum tempo vêm alertando:

    Randesmar

            “Porque matar a flora e a fauna
           Logo agora que o cajueiro floriu”... 

    Bosco Fernandes & Randesmar

           ...”Zé, inda me lembro de você Buriti
           Na beira do rio”...

As mulheres dos Gerais de São Desidério, Ilha do Vitor e da Ponte de Mateus, e as de Formosa do Rio Preto e do Assentamento Rio de Ondas dão o recado sobre sustentabilidade através do artesanato do buriti, do capim dourado e dos remédios naturais presentes nas folhas, cascas e raízes das plantas tortas e “raquíticas” dos gerais.

Precisamos estar atentos e fortes, mesmo que estejam os...

Olhos Cerrados

                                     Nikolas Behr

Olhos cerrados
Abertos
Para ver
Certos
Cerrados
Certos
Desertos
Errados
(o deserto chora areia)

quinta-feira, 17 de maio de 2012

A Comunicação do Grotesco



Ontem (16) a palestra "A comunicação do grotesco na obra de Rubem Fonseca: uma análise do conto corações solitários" realizada pela doutoranda em comunicação e semiótica Nelma Aronia nas ependências da Livraria Cultura no Salvador Shopping, possibilitou aos presentes o entendimento sobre a origem do termo "grotesco" e mais que isso, o grotesco na literatura, no teatro e na arte plástica. Nelma destacou o grotesco no jornalismo e como ele se serve deste para que as empresas jornalisticas o utilizam para se destacarem junto ao público consumidor de notícias.

O termo grotesco é derivado de grotta (gruta). O termo surgiu durante o século XVI a partir de escavações em Roma, e a consequente descoberta de determinadas pinturas. Daí em diante o termo grotesco passou a se referir ao tipo de arte ornamental.

O literato francês Victo Hugo dá importante contribuição para o conceito de grotesco. Assim sendo, o grotesco passa a ter importante papel para a literatura. De um lado cria o disforme e o horrível e de outro o cômico e o bufo possibilita às pessoas a sorrirem da própria desgraça. 

O gênero tragicômico é uma legitima manifestação grotesca muito presente no teatro e no romance, dada a união hibrida e conflitante da tragédia com a comédia, do sublime com o grotesco. O exagero da forma, do riso, do choro, do andar e do jeito de vestir.

Com estas "palavras" Nelma criou as condições conceituais para que pudéssemos adentrar ao tema central de sua palestra em consonância com o conto "Corações Solitários", de Rubem Fonseca, publicado em 1975. Rubem Fonseca na obra acima referenciada instaura um diálogo intertextual entre a literatura e o discurso jornalístico à medida que o narrador personagem, um repórter policial, revela o modo operandi do discurso jornalístico e sua forma de sobrevivência diante o público leitor.

Nelma parte deste deste contexto narrativo e apresentou como se dá a relação entre o jornalismo e seus leitores que por sua vez é alimentada um desejo recíproco ou mesmo de cumplicidade de mostrar/ver a notícia como espetáculo. Assim, o real grotesco por exemplo: assassinatos, corrupção, sexo, enfim os casos de polícia,se tornaram a razão de ser dos meio de comunicação bem como o motivo fomentador da relação do público leitor.

É bem provável que hoje você tenha ouvido ou assistido jornais e a maioria das notícias estavam relacionadas a fatos que a mídia tratou de forma entusiasta, sensacional e espetaculosa. Há canais de televisão que insistem em mostrar determinadas cenas horripilantes que se relacionam ao absurdo, ao grotesco.

A miséria humana é hiper explorada por determinados canais televisivos de Salvador e São Paulo. Há também o jornal impresso que se o leitor não tomar cuidado pode sair manchado de sangue. É a pobreza humana explorada até o mais profundo do ser.

O folder utilizado para divulgar a palestra de Nelma, traz uma reprodução de um trabalho do artísta plástico barreirense Juraci Lima. A figura criada por Juraci é a síntese do enfoque da palestrante sobre o grotesco.


quarta-feira, 16 de maio de 2012

SECULT disponibiliza 18 milhões para atividades artístico - culturais




Mais de R$ 18 milhões serão investidos em atividades artístico-culturais
 através do Fundo de Cultura da Bahia – FCBA

Nesta terça-feira (15), foram abertas pela Secretaria de Cultura do Estado da Bahia as inscrições para os 17 editais setoriais e temáticos, além da Demanda Espontânea, destinados ao público que trabalha, pesquisa e atua na cultura, como artistas, empreendedores, estudantes e grupos.

Objetivo dos editais é apoiar a produção, proteção, circulação, formação e pesquisa da cultura na Bahia.

Ocorrerão Oficinas de Projetos Culturais nos municípios do Território da Bacia do Rio Grande conforme a tabela abaixo.

MUNICÍPIO QUE
SEDIA A OFICINA
MUNICÍPIOS CONTEMPLADOS
LOCAL DA OFICINA
DIAS DA OFICINA

Barreiras
Angical
Barreiras
Riachão das Neves

Palácio das Artes

24 e 25 de maio

São Desidério
Catolândia
São Desidério

Centro Cultural
27 e 28 de maio

Cristópolis

Cotegipe
Cristópolis
Wanderlei
Baianópolis


Centro Cultural
29 e 30 de maio
Luís Eduardo Magalhães
Luís Eduardo Magalhães
Ponto de Cultura
01 e 02 de junho

Santa Rita de Cássia
Santa Rita de Cássia
Formosa do Rio Preto

Ponto de Cultura
04 e 05 de junho

Buritirama
Buritirama
Mansidão

Biblioteca Municipal
07 e 08 de junho

Acesse o site da SECULT: http://www.cultura.ba.gov.br/apoio-a-projetos/selecoes-publicas-editais/ para você ter acesso aos editais e outros documentos importantes para seu conhecimento e participação.

Relação dos Editais

Seleção Pública

 Edital nº 01 / 2012

Edital nº 02 / 2012

 Edital nº 03 / 2012

 Edital nº 04 / 2012

 Edital nº 05 / 2012

 Edital nº 06 / 2012

 Edital nº 07 / 2012

 Edital nº 08 / 2012

 Edital nº 09 / 2012

 Edital nº 10 / 2012

Edital nº 11 / 2012

 Edital nº 12 / 2012

Edital nº 13 / 2012

Edital nº 14 / 2012

Edital nº 15 / 2012

 Edital nº 16 / 2012

Edital nº 17 / 2012




terça-feira, 15 de maio de 2012

O Grotesco da Comunicação Segundo Nelma Aronia





Nesta quarta – feira, dia 16 de maio a partir das 19h, na Livraria Cultura do Salvador Shopping, a professora Nelma Aronia Santos fará análise do conto Corações Solitários que integra o livro Feliz Ano Novo de autoria de Rubem Fonseca. A palestra enfoca um diálogo entre a literatura / discurso jornalístico e a notícia espetáculo.

Nelma faz parte do quadro de docentes do curso de letras do Campus IX da UNEB na cidade de Barreiras, Oeste da Bahia. Mestre em teoria crítica literária pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC) e doutoranda em Comunicação e Semiótica, também pela mesma universidade.


domingo, 13 de maio de 2012

Jovens serão Agentes de Leitura em Santa Rita e Formosa



A Secretaria de Cultura do Estado da Bahia - SECULT através da Fundação Pedro Calmon - FPC promoveu o concurso AGENTE DE LEITURA.  O certame tem por finalidade disseminar o acesso à leitura e a cultura na Bahia.

O processo seletivo aprovou 405 candidatos em quarenta e nove municípios para atuarem como Agentes de Leitura em suas comunidades, nas bibliotecas públicas municipais e escolares e nos e nos Pontos de Cultura. No Território da Bacia do Rio Grande foram contemplados os municípios de Formosa do Rio Preto e Santa Rita de Cássia. 

Cada Agente de Leitura receberá capacitação com carga horária de 40 horas, uma bicicleta, mochila, uniforme (duas camisetas e um boné), 100 (cem) Livros, material de consulta e de trabalho. Bolsa mensal no valor de R$350,00(trezentos e cinquenta reais) por mês, pelo período de 12 (doze) meses. 

Os classificados deverão encaminhar para FPC os documentos exigidos para formalização do termo de cooperação técnico-financeiro. Os documentos são: cópia autenticada do certificado de conclusão do Ensino Médio expedido por Entidade reconhecida pelo MEC; comprovação de regularidade com as Fazendas Federal e Estadual, impressas a partir dos sites www.receita.fazenda.gov.br   e   www.sefaz.ba.gov.br; cópia autenticada do Certificado de Reservista ou Dispensa de Incorporação, em caso de candidato do sexo masculino e uma foto 3X 4.
Dúvidas e informações através do e-mail: agentesdeleitura.ba@fpc.ba.gov.br

Por favor, comentem...





Jovens de Formosa do Rio Preto

- Girlene Macedo de Oliveira

- Iltamara Barbosa da Silva

- Naura Santana dos Santos

- Dalvania Ribeiro dos Santos

- Celimaria Caitano da Silva

- Ranny Erika Neponuceno de Oliveira

- Lacinalva Nunes da Silva

- Fabiane da Silva Martins

- Iara Rocha de Carvalho

- Eliana Alves Ribeiro


Jovens de Santa Rita de Cássia

- Caroline Pereira Nascimento

- Daniele Rocha Medrado

- Daiane de Souza Dias

- Keila Souza de Oliveira

- Isabel Barbosa do Amaral

- Flávio Eduardo Bomfim dos Santos

- Aila Dias de Oliveira

- Jozeanio da Silva Almeida

- Ana Paula Jorge de Oliveira
- Márcia Fernanda Borges de Matos

- Jozimere Gomes do Nascimento

- Dailene Nunes Camelo

- Lael Souza do Nascimento

quinta-feira, 10 de maio de 2012

Pensar o pensado e o vivenciado


Vivemos num tempo onde o cheio provoca o oco, a saciedade gera a angústia, o permanente é trocado pelo atual, o "mais novo".

Edgar Morin



Quem é Edgar Morin?


É um antropólogo, sociólogo e filósofo francês, pesquisador emérito do CNRS (Centre National de la Recherche Scientifique). Formado em Direito, História e Geografia, realizou estudos em Filosofia, Sociologia e Epistemologia. Autor de mais de trinta livros, entre eles: O método, Introdução ao pensamento complexo, Ciência com consciência e Os sete saberes necessários para a educação do futuro. Durante a Segunda Guerra Mundial, participou da Resistência Francesa. É considerado um dos principais pensadores contemporâneos e um dos principais teóricos da complexidade.

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Edgar_Morin

segunda-feira, 7 de maio de 2012

“O Nordeste é o coração, osso e nervo do Brasil. E o sertão é o coração, osso e nervo do Nordeste”



Durante o segundo dia da Celebração das Culturas dos Sertões, pelas ruas de Feira de Santana, os vaqueiros desfilaram em cavalhada confirmando a importância deste seguimento social que foi oficialmente reconhecido pelo Governo do Estado da Bahia como Patrimônio Cultural Imaterial


Logo em seguida o mote foi dado, o desafio colocado e repentistas deram a resposta em alto e audível som. Foram momentos de singular beleza ao toque da viola.


O fole da sanfona foi aberto e os dedos apertaram o teclado. Assim foi homenageado Luís Gonzaga o Rei do Baião. Jovens sanfoneiros de bom repertório e de fino trato com a concertina nos braços fez a todos bailar.


O grupo de teatro popular Kabana, de Minas Gerais, encenou a peça “EH Boi”. A apresentação despertou a participação do público a partir de brincadeiras e muita criatividade. A peça trouxe para a Celebração das Culturas dos Sertões a graça e o jeito de falar sobre o imaginário nordestino.



O dia foi coroado com a presença de Ariano Suassuna com sua destreza de pensar e de dizer sabenças. Suassuna confirmou a importância da cultura sertaneja quando afirmou que “O Nordeste é o coração, osso e nervo do Brasil. E o sertão é o coração, osso e nervo do Nordeste”.