sábado, 17 de julho de 2010

Randesmar

<


O cidadão em apreço é conhecido carinhosamente por Randesmar ou simplesmente Randes. Menino das barrancas do Rio Grande que estreou no dia 30 de março de 1963, na Coréia. Para não causar estranhamento, este é o nome que deram para Barreirinhas, bairro da cidade de Barreiras, Bahia.

Randes é criatura e criador, vez que o mundo ainda precisa da intervenção de homens e mulheres para que a obra iniciada por Deus tenha significado. Claro, ao tocar no mundo a pessoa cria coisas que passam a ter significâncias para a sua existência e para a comunidade. Randes dá o toque, ou melhor, dá cor ao mundo que o rodeia.

O trabalho desenvolvido por Randesmar não se faz somente de cores concretas em telas de pano ou outro suporte a exemplo do flandre, da madeira ou metal. Randes tenta e inventa a partir da vida natural das paisagens para que continuem sendo parte de nossa vidas. Foi assim com a Exposição a “Saga das Bacias”.

Em outros trabalhos Randesmar corta o ferro, aproveita panos, mistura cores e solda a barra da vida, edifica um monumento à mulher ribeirinha de pote na cabeça. À noite na companhia das estrelas faz versos e a eles homenageia elaborando sons e melodia. Randes é também compositor.

Um comentário:

  1. Admiro muito este artista baiano Randesmar e na Escola Dr. José da Costa Borges estou trabalhando artes e Randesmar é a nossa inspiração e todos os alunos gostam da arte dele! Deus te abençoe sempre assim inteligente e inspirado nas coisas boas da vida que são as artes! Abraço!Sucesso sempre!

    ResponderExcluir